segunda-feira, 23 de agosto de 2010

baleia encalhada


Uma operação para resgatar a baleia que encalhou no litoral norte do Rio Grande do Sul, na noite de sábado (21), está sendo preparada para a manhã desta terça-feira (24). Navios e guindastes devem ser utilizados no serviço, que acontece entre as praias de Capão Novo e Arroio Teixeira. A proposta é construir uma espécie de maca para arrastar o animal, com cerca de 25 toneladas, até a parte mais profunda do mar.

Uma equipe de seis biólogos do Ceclimar (Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e do 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar fez uma avaliação do animal nesta segunda-feira (23). A baleira não pode ser retirada hoje pela falta de equipamentos e de pessoas necessárias para o trabalho.

Segundo o biólogo do Ceclimar, Maurício Tavares, o animal é da espécie jubarte e sua presença é comum no litoral gaúcho. Na tentativa de removê-la, em um primeiro momento, chegou-se a cogitar a possibilidade de utilizar cordas. Porém, pelo peso tornou-se inviável.

- O principal receio é de que essa ação poderia provocar lesões internas.

Tavares explicou ainda que pelas avaliações a baleia deve estar doente. O biólogo destacou que pela avaliação externa mais da metade do corpo do animal está dentro da água.
publicado no correio do povo em 23/08/2010 às 18h03:

Nenhum comentário:

Postar um comentário